Quais são os profissionais envolvidos no desenvolvimento de aplicativos

Você pode desconhecer como funciona uma software house, mas se veio nos visitar aqui, significa que tem vontade de compreender mais sobre o nosso mundo. Pode parecer óbvio quando falamos da importância de ter um time qualificado no desenvolvimento de aplicativos, mas o mercado nos prova que escolhas ruins ainda são feitas, impactando negativamente na experiência do usuário e do cliente que contratou a software house.

São aplicações disponíveis para download que não agradam o público final e que se tornam problemáticas para o cliente. A falta de uma equipe preparada resulta em aplicativos que vão encarecendo para o contratante, pois há demora na entrega, estouro de prazos e features que não saem como o imaginado. E muitas situações poderiam ser evitadas se planejadas estrategicamente.

Também é possível encontrar aplicativos que parecem ter pulado a pesquisa de mercado e a fase de validação por usuários reais. E tudo isso diz muito sobre a software house que embarca no desenvolvimento e potencialização de seu projeto. Por isso, é importante saber como cada profissional pode contribuir ainda mais com a sua ideia. Continue lendo o artigo para descobrir o papel de cada um no desenvolvimento de um app.

DESIGNER

É o colaborador responsável que pensa na interface e nas emoções que um usuário deve sentir ao manusear um app: se você fica satisfeito, ansioso, frustrado ou completamente empolgado com a aplicação que está vendo. O designer proporciona isso para as pessoas quando pensa em formas de apresentar um produto que transforma a conexão entre público e aplicativo em experiências positivas para ambos os lados.

Ele também prioriza a usabilidade durante o desenvolvimento do produto a fim de garantir o sucesso e a continuidade do negócio. E nós acreditamos que um UX/UI designer vai muito além de uma profissão. Antes de tudo, é uma mentalidade: pensar e trabalhar para facilitar a vida das pessoas com muita simplicidade e estilo.

DESENVOLVEDOR

Cada profissional no desenvolvimento de um app é fundamental, mas talvez seja do desenvolvedor que você mais escutou falar. Ele é responsável por transformar as features e funcionalidades pensadas para cada aplicativo em códigos, transformando a ideia em algo tangível e aplicável.

Seu trabalho é alinhado com as demais áreas para garantir que sejam implementadas diretrizes técnicas pré-estabelecidas para o projeto. São profissionais que possuem vasto conhecimento técnico e lógico, pois pensam em soluções completas em programação para entregar o melhor app para o seu cliente.

GERENTE DE PROJETOS

Uma software house precisa cumprir prazos na entrega de aplicações. E para isso, um gerente de projetos é fundamental. Ele é responsável por distribuir e garantir a entrega do trabalho de cada um dos seus colegas, além de criar um cronograma com as datas de finalização de cada tarefa.

O profissional ainda é visto como um agente de mudança, estabelecendo objetivos para a equipe e incentivando todos que produzem com ele. É uma referência humanizada que reconhece a qualidade nas entregas, mas instiga sempre a fazer melhor, respeitando o limite de cada profissional.

PRODUCT OWNER

Responsável por oferecer orientações técnicas para toda a equipe, o profissional conta com a habilidade de esclarecer as prioridades de cada projeto e o que deve ser escanteado por um momento. Ele também cuida do processo de desenvolvimento de um aplicativo, geralmente trabalhando com metodologias ágeis, como o scrum.

O product owner é o líder que ajuda seu time a tirar o projeto do papel e transformá-lo em uma experiência digital incrível, trazendo resultados financeiros e de fidelização para o cliente da software house.

BUSINESS ANALYST

É o colaborador que pensa e analisa sobre a viabilidade do investimento do cliente e a monetização de seu produto final. Com base em suas habilidades e conhecimento será possível compreender se alguma feature ou funcionalidade deve ser acrescentada, traduzindo em investimento para o cliente da software house.

Além disso, ele deve entender as necessidades do negócio e do mercado, especificando em contrato o que precisa ser implementado a fim de traduzir os anseios e as ideações do cliente em propostas para a sua equipe trabalhar com as tecnologias.

ANALISTA DE QUALIDADE

É quem valida todo o projeto. Confere se as features estão bem codificadas, se a usabilidade agrada o usuários reais e se tudo que foi acordado entre a software house e o cliente foi desenvolvido com qualidade.

Ele verifica se há algum bug no aplicativo que pode ser solucionado ou se alguma experiência pode ser acrescentada para entregar uma aplicação conceitual, simples, que seja um sucesso no mercado em que atua e que traga os retornos esperados para o negócio.

UM OLHAR DIFERENTE PARA CADA PROJETO

Gostou de conhecer sobre cada profissional e como ele pode agregar no desenvolvimento de seu aplicativo? A Kobe quer compartilhar conhecimento sobre a área que atua e ama e, por isso, precisamos te oferecer uma última observação sobre o assunto.

Apesar de uma software house contar com um time de especialistas incrível, devemos considerar que cada projeto é único e isso pode modificar as equipes de trabalho. Ou seja, nem sempre teremos a mesma quantidade de profissionais atuando em um projeto. Por exemplo, no desenvolvimento de um grande aplicativo, talvez seja necessário investir em mais de um colaborador de uma mesma função — como programador ou UX/UI designer.

Mas o importante mesmo é saber que cada profissional que está inserido em seu projeto é único e está ali por acreditar em sua proposta. São parceiros de seu negócio que participam de sua trajetória para entregar uma experiência digital transformadora para o usuário.

Leave a Reply